Equipamentos Avançados em Holter e MAPA
Científico

CASO 01 - Paciente: HW, 49 anos, branca, do lar

 

Hipertensão do Avental Branco

CASO 01 - Paciente: HW, 49 anos, branca, do lar


Caso: A paciente refere elevação da pressão arterial há 2 meses quando procurou pronto-socorro, devido à cólica nefrética. Atualmente encontra-se assintomática, exame físico, exames laboratoriais e eletrocardiograma normais.

Média de 3 medidas da pressão arterial em consultório: 143x97 mm Hg. Porém, em medida da farmácia, foi constatado 130x80 mm Hg.

 


 
 

 

Comentários:  

O que se observa nesse caso é, em síntese, a presença de hipertensão no consultório com valores normais de pressão arterial na MAPA. e em medidas obtidas na farmácia.
Isso configura o conceito de Hipertensão do Avental Branco.

Até o presente momento não existem evidências da melhor conduta em relação a pacientes que, como essa apresentada nesse caso, têm esse tipo de comportamento de pressão arterial.

Poderíamos afirmar, entretanto, que há uma forte tendência em considerar-se os Hipertensos do Avental Branco como uma população de risco intermediário entre os normotensos e aqueles hipertensos estabelecidos.

A conduta terapêutica para esses indidíviduos deve, sem dúvidas, ser a mudança de estilo de vida com correção das distorções comportamentais presentes. Quanto a utilização de medicamentos anti-hipertensivos não há confirmação de que eles possam exercer algum efeito benéfico.

O que está claro é que esses indivíduos necessitam de seguimento apropriado e, recentemente, houve na literatura a sugestão de que deverão ser submetidos a uma MAPA anualmente.

O fato de eles apresentarem maior probabilidade de evoluirem, a médio prazo, para hipertensão estabelecida consolida a idéia de que não podem permanecer sem seguimento aprorpriado e observação contínua.
 


Av. Paulista, 509 - 1º andar - CEP 01311-910 - Paraiso - São Paulo / SP - Tel: 3883-3030

Web |