Equipamentos Avançados em Holter e MAPA
Científico

CASO 07 - Paciente: SCB, 28 anos, feminina, do lar.

 Hipertensão na Gravidez

CASO 07 - Paciente:  SCB, 28 anos, feminina, do lar.

Paciente grávida de 26 semanas apresentando pressão elevada em consultas, no ginecologista.

Foram registrados valores de 148 x 92, 146 x 100, 150 x 90 mm Hg.

Em medidas domiciliares os valores obtidos estavam em torno de 110 x 70 mm Hg (sic).

A MAPA foi, então, indicada, para avaliação do comportamento da pressão em 24 horas, para auxiliar no diagnóstico.

 

 

Comentários
Nesse caso em particular devem ser ressaltados dois aspectos.

1º Aspecto

A prevalência de hipertensão do avental branco em mulheres grávidas é grande e pode representar um importante fator de confusão diagnóstica. Nesse caso configura-se a ocorrência de hipertensão do avental branco já que as medidas de consultório são anormais e o comportamento da pressão arterial normal pela MAPA.

 

2º Aspecto

Sabe-se das flutuações de pressão arterial ao longo da gravidez. É conhecido que nas primeiras semanas há tendências em redução da pressão arterial enquanto que após a 20a. semana há progressivo aumento dos níveis de pressão.

Brown et al determinaram níveis de pressão de acordo com as várias fases da gravidez (Tabela). Esses valores de referência podem ser utilizados para avaliações do comportamento da pressão, pela MAPA, de acordo com os vários períodos da gravidez.

 

 
 


Av. Paulista, 509 - 1º andar - CEP 01311-910 - Paraiso - São Paulo / SP - Tel: 3883-3030

Web |